História de uma stylus

Ultimamente muitas coisas andam dando errado, mas vou falar de um episódio em particular. Tudo começou na semana passada quando um líder novo assumiu o projeto em que trabalho. A líder oficial está de licença maternidade e colocaram uma pessoa nova para substituir nesse interim, e depois vão dividir a liderança quando ela voltar.

Esse líder mal chegou e resolveu mudar o local onde todos sentavam. Eu adorava meu ex-lugar, era de frente para dois corredores, conseguia ver o salão quase inteiro, percebia se tinha alguém vindo falar comigo e o melhor: ninguém conseguia ver meu monitor.

Como tudo que é bom dura pouco, mudaram-me de lugar. Agora estou sentada de costas para os dois corredores e todos conseguem ver meu monitor. Além de não perceber se alguém está vindo.. Pois é, basicamente me mudaram de lado no corredor.

Como minha empresa é um pouco desorganizada, resolvemos nós mesmo mudar os computadores para nossos novos locais. Após a mudança fui mexer no celular e percebi que tinha perdido a stylus do celular. (Eu juro que ainda não sei como ele caiu, afinal o treco é imantado para não ter esses problemas.)

Esse coisinho aí do lado do celular é a stylus, muito comum em celulares touch screen. Assim não precisa ficar enfiando o dedão na tela

Procurei procurei. Pedi pro cara que está sentando no meu antigo lugar procurar também. E nada. Revirei a bolsa e nada.. Teria que pegar a reserva (veio dois quando comprei o celular) e comprar outro para deixar de reserva.

Fiquei muito puta na hora, mas depois me conformei. Afinal, o que isso adiantaria? E toquei a vida. Passei na Cobasi para comprar remédio do velhinho de casa, fui pra academia onde escalei, malhei e corri, e fui pra casa. Curti o sábado com namorado, ambos de babá do velhinho e domingo fui fazer meu curso.

Qual não foi a minha surpresa ao estacionar o carro em casa, na volta do curso, abrir a porta e dar de cara com a stylus no chão! Até pensei que tivesse caído de novo, mas não! Era a que eu tinha perdido na sexta!!!

Ainda não entendi como ela foi parar lá, de verdade. Acho que é algum duende de brincadeira comigo.

Anúncios

Autor: Fernanda

Zootecnista e Cientista da Computação. Precisa dizer algo mais, além de ter certeza que não deve ser normal?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s