Filme – Snoopy & Charlie Brown: Peanuts, o Filme

peanutsdest

Quem não conhece Snoopy, Charlie Brown e sua turma? Lembro que mandava cartões físicos (sim, sou da época de troca de cartas) e virtuais do Snoopy há muitos muitos anos atrás. Ou seja, Snoopy presente desde a infância. Infelizmente Snoopy parou de ser escrito em 2000 com a morte de Charles M. Schulz.

O filme começa com o primeiro dia de neve, ao qual as aulas foram canceladas. Todas as crianças vão fazer o que crianças fazem: sair para brincar. Charlie Brown tenta fazer algo que nunca deu certo, o que ocorre nesse dia também. Nesse mesmo dia, muda uma nova vizinha para a casa da frente de Charlie Brown e ele se apaixona por ela assim que a vê. E é por ela, a Garotinha Ruiva, que Charlie Brown tenta mudar para conquistá-la,  mostrando que não é o azarado que todos acreditam.

Enquanto isso, Snoopy está enfrentando seu inimigo, Barão Vermelho, para salvar a cadelinha Fifi. Mas Snoopy sempre está lá para ajudar seu dono quando necessárop, seja ensinando a dançar ou apertando a campainha da casa da Garotinha Ruiva.

Durante o filme, me peguei pensando que eu não lembro de ter assistido aos desenhos do Snoopy ou acompanhando as tirinhas, mas cenas do Snoopy dançando é um clássico e que fez surgir um sorriso no rosto ao ver.

celebrity-pictures-peanuts-snoopy-charlie-brown-happiness

 

 

Simples x Fácil

O simples não necessariamente é fácil e vice-versa. O simples é facilmente confundido com o fácil porque um até parece sinônimo para o outro. Só que essa não é a realidade em alguns casos. Quando uma pessoa quer emagrecer, o que é necessário fazer é simples:

  • Comer mais verduras, legumes e frutas
  • Deixar o prato o mais colorido possível
  • Diminuir a ingestão de doces, frituras e refrigerantes
  • Fazer exercícios

TODO mundo sabe o que é necessário fazer para emagrecer. Os itens aqui citados são de conhecimento comum. Mas se todo mundo sabe, porque existem tantas receitas, remédio, dicas para emagrecer? Óleo de coco, ração humana, chá verde, remédio inibitórios de apetite são apenas algumas modas que já passaram que ajudam a emagrecer. A resposta é simples: não é fácil. Não é fácil deixar de comer aquele docinho a tarde ou tomar aquela cerveja gelada no fim de semana. Não é fácil deixar de comer o que gostamos por aquilo que é saudável. E por que as comidas mais gostosa tem que ser as que mais fazem mal para a saúde?

Os exercícios são a mesma história. É muito mais fácil ficar no sofá assistindo TV do que ir até a academia. É muito mais confortável ficar na cama por mais 40 minutos do que acordar cedo para ir treinar. Mas se quer emagrecer tem que gastar calorias. E para gastar calorias tem que se esforçar. E assim o fácil sai da história e entra diversas desculpas (cada um tem a sua, pode ser o serviço, a casa para cuidar, o filho pra dar banho, a prova para estudar, etc etc etc). E convenhamos que arranjar desculpa é muito menos cansativo do que se esforçar.

Ter um acompanhamento profissional pode auxiliar nesse processo. Só por saber que tem alguém “controlando” seu peso, seus resultados pode ser um estímulo. Para outros, a “bronca” dada pelo profissional caso não obtenha o resultado desejado, é uma maneira de desistência mais rápida do processo.

Não existe uma receita para o sucesso, varia conforme a força de vontade de qualquer um. Varia com o objetivo de cada um. E cada um se esforça da maneira que mais lhe convém. Só não adianta reclamar depois, que também é muito mais fácil de se fazer. 😛

Obs: Aqui citei somente para casos de saúde, mas a analogia pode ser feita para qualquer assunto, seja financeiro, seja profissional, etc.

Tirando a poeira.

Fuuuuu! Fuuuuu! Deixa eu tirar o pó desse blog, porque desde julho eu não apareço por aqui. Motivos, desculpas e razões para esse fato são inúmeros, mas que não adianta nada escrever. Nos últimos tempos só tenho atualizado duas coisas aqui. A lista de livros lidos e filmes assistidos, sendo que para 2012 já possuem suas próprias abas aqui e aqui.

No ano passado eu já comentei sobre resoluções de ano novo e a participação mais ativa nos treinos de corrida não rolou. Esse ano volto novamente com essa meta e mais algumas outras coisinhas, como atualizar aqui com mais frequência. Vamos ver consigo.

Expomoney

Expomoney 2010

Esse fim de semana fiz um programa diferente: um programa financeiro. Fui à Expomoney e arrastei namorado junto. O próprio site da Expomoney possui uma definição do que se trata: Um circuito de educação financeira e investimentos pessoais.

E foi bem isso que eu encontrei mesmo: stands de bancos, corretoras de ações, empresas de capital aberto, jornal e períodicos que tratam de Economia, editora de livros que publica os livros da Expomoney, entre outros. Além disso há diversas palestras para pessoas com os mais diversos níveis de conhecimento. Ou seja, dá para todo mundo aproveitar.

Diferente da cena comum que é o homem interessado em finanças e a mulher gastona, era eu que ia perguntar sobre taxa de corretagem, custódia, MACD, Estocástico e afins. Eu que acabei escolhendo as palestras que fomos assistir e por aí vai. Para muitos nós éramos um casal diferente. (Namorado ainda não se aventura no mundo de renda variável, Título do Governo, Fundo de Investimento e afins. Ele utiliza a boa e conhecida poupança)

O que dá raiva é que os homens, em geral, não estão acostumados com a realidade que mulher também se interessa por finanças. Aliás, era muito difícil ver mulheres no stand repondendo dúvidas, conversando com as pessoas. As mulheres que ficavam no stands eram aquelas pagas para entregar panfletinhos e cadastrar as pessoas. Espero que esse realidade mude o quanto antes.

Aliás, algo legal bastante legal foi ver pessoas das mais diferentes idades e classe social. Como era um evento gratuito, preço para entrar não era um fator a ser levado em consideração. Talvez a localização, já que o evento ocorreu no extremo sul de SP. Mas mesmo assim era relativamente perto do trem e também não deveria interferir. Muito legal ver pessoas novas que já se interessam por finanças. Quanto mais cedo, melhor!

O evento durou apenas 3 dias: 23 a 25 de Setembro. Enquanto durante a semana o evento ocorreu das 13 às 22 hrs, no sábado foi das 12 às 20 hrs. Confesso que achava que era bastante tempo e que não ficaria até o final. Ledo engano.

Tem muita, mas muita palestra acontecendo concomitantemente. No total foram montado 8 salas de palestras. Assim eram oitro palestras acontecendo ao mesmo tempo. Oito palestra que tratavam de assuntos diferentes. Muitas vezes oito palestras super interessantes que aconteciam ao mesmo tempo.

Daí já viu. Foi um negócio de pegar o cronograma de palestras e sair marcando palestras adoidado do que queria assistir. Acabei assistindo apenas duas palestras, pois achei maldade fazer namorado assistir um montão de coisas sobre um assunto que ele nem entende. Mesmo assim ficamos quase 7 horas no local.

Alexander Elder palestrando

Uma das palestras que eu assisti foi do Alexander Elder . Só que eu confesso que eu decepcionei. O cara pode ser fera na análise técnica, mas didática nula. No início até soltou umas piadinhas, mas a palestra dele foi massante demais. E muitos começaram a levantar e sair antes do fim da palestra (o que eu acho uma grande falta de consideração). E ele também não gostou muito não. E com razão!

Recomendo a todos que puderem a irem em eventos desse tipo. Mas ir sabendo um pouco sobre o assunto talvez ajude, apesar de existir palestras mais básicas para o pessoal que ainda está começando nesse mundo. Como eu não assisti nenhuma palestra básica, não posso falar sobre o assunto. Mas mesmo palestras de nível considerado intermediário dava para acompanhar sem muito stress.

Foi a primeira vez que participei e pretendo ir mais vezes. Tem muita coisa para assistir, aprender, pessoas a quem discutir, etc. Mas agora, só ano que vem. #ficadica para o pessoal que quer começar ou aumentar o conhecimento sobre finanças pessoais.